Banda gaúcha é inocentada de acusação de homicídio no Paraguai
19/05/2016 19:40 em Geral

 

O Ministério Público do Paraguai apontou integrantes da banda Safira de Santo Cristo, no Rio Grande do Sul, como possíveis autores de um homicídio no município paraguaio de Santa Rita, a 75 quilômetros de Foz do Iguaçu.

 A banda fez show em uma feira tradicional do local e câmeras de segurança do parque de eventos flagraram a jovem brasileira, Jessica Lovatto de Oliveira, 19 anos, que trabalhava na feira, com um dos integrantes da banda. A jovem foi encontrada morta na madrugada do dia 8 de maio, em um bueiro, com sinais de abuso sexual.

No entanto, novas provas apontam a inocência dos componentes da banda. De acordo com a polícia paraguaia, a jovem foi flagrada por outra câmera na saída do parque caminhando sozinha logo após o término do show da banda e sendo seguida por outro homem.

O Ministério Público (MP) paraguaio, que havia emitido nota confirmando que a jovem teria entrado com um dos músicos no ônibus da banda acabou sendo desmentido pelo chefe da Divisão de Homicídios da região do Alto Paraná, responsável pela investigação, Richard Vera. De acordo com uma entrevista concedida ao jornal Zero Hora, Vera afirma que a nota do MP paraguaio foi equivocada e que a imagem da jovem entrando no ônibus da banda nunca existiu.

O Advogado da banda afirma que houve prejuízos à imagem do grupo e buscará reparações na justiça.

 

*Com informações ZH on line

Foto:  Reprodução/Facebook

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!